naming o que e

Naming: O Que é? Veja Como Funciona o Processo de Escolha de Nome Para Empresa

b300, 20 de janeiro de 2021

Todo empreendedor sabe que o nome da sua empresa é um dos seus principais elementos e, por isso, o processo de criação do mesmo precisa ser feito da maneira mais assertiva possível. Aliás, essa palavra carrega o peso da marca e dos valores do negócio. 

Sobretudo, o nome precisa refletir o que a marca gera de valor com seu serviço ou produto. Ele também precisa ser memorável e gerar identificação com o público alvo. Mas, para quem está começando uma empresa, como chegar até esse nome ideal?

A resposta é simples: através do naming! Você já ouviu falar sobre esse processo?

Para facilitar sua leitura, separamos o artigo da seguinte forma:

O que é o naming?

Naming é um termo da língua inglesa, que em tradução literal significa “nomear”. Em resumo, naming é um processo produtivo para criar o nome de uma nova marca. É um conjunto de técnicas que podem nomear produtos, serviços, empresas ou projetos. 

Sobretudo, o naming tem como função encontrar uma palavra que identifique e individualize a marca. Ou seja, a escolha do nome não está ligada a escolha de um nome bonito, e sim fazer uma escolha baseada no mercado em que a empresa está inserida, sua história, serviços, produtos, objetivos, valores e identidade.

Importância do naming

O principal objetivo ao escolher a nomeação da sua empresa, é escolher um nome que será lembrado pelos clientes. Mais do que isso, um nome que associe diretamente a marca, mostrando ao cliente de forma rápida e simples os valores da empresa. 

Para chegar a isso, o naming usará algumas estratégias, como:

  • Análise de fatores internos e externos;
  • Identificação da cota do mercado que se planeja obter;
  • Análise do público-alvo da marca.
Leia Também:  DNA de Marcas e Patentes: O Que São, Importâncias e Características

Sobretudo, o naming permite discernir quais são os diferenciais que fazem uma marca se destacar da concorrência. 

Uma boa escolha de nome irá gerar mais identificação com o público e tornar aquela peça inesquecível para os consumidores. Além disso, o nome, junto com outros elementos, é responsável por tornar um produto referência em seu segmento. 

O processo do naming em 9 passos

O processo de escolha de nome possui alguns passos de análise, que irão definir se a nomeação pensada está de acordo com aquilo que a empresa precisa ou não. Enfim, listamos o passo a passo, para que você consiga realizar o processo na sua empresa. 

1 – Impacto

Um nome de uma empresa precisa ser único, ao mesmo tempo que seja atrativo para o público alvo. Assim, é possível evitar que o cliente confunda a sua empresa com outra, por causa de um nome parecido, e cause um engano ruim para os dois lados. 

O primeiro passo na escolha do nome é achar um que cause impacto, sem enganar o cliente. 

2 – Concisão

O nome precisa ser conciso, ou seja, precisa passar a mensagem de forma clara e objetiva com o menor número de palavras possíveis. O motivo é que nomes curtos são os mais fáceis de se fixar na mente do consumidor. 

3 – Facilidade na escrita e pronúncia

Primeiramente, é preciso um bom estudo de público alvo para conseguir um bom nome. É preciso considerar como eles pensam, com isso é possível que eles se identifiquem e consequentemente se tornem leads.

Mas independente da escolha, é preciso ser um nome fácil e com uma boa pronúncia. 

4 – Som agradável

O naming é fundamental para que a marca tenha um nome agradável, até porque ele será repetido à exaustão futuramente entre os clientes. Nome com som agradável aumenta a confiança mútua, favorece a calma e limita os erros.

Leia Também:  Nomes Para Empresa de Design Gráfico: Aprenda Como Criar o Seu!

5 – Transmissão da mensagem

Procure por um nome que transmita o que sua marca quer comunicar, mas que não diga tudo o que vai fazer. É preciso uma margem de expectativa para um melhor efeito. 

6 – Memorização

O naming precisa fazer com que o nome da sua marca seja de fácil memorização. Os clientes precisam se lembrar dele, mesmo quando não estiver vendo nenhuma propaganda sobre ele. 

7 – Inovação

O tradicional é sempre uma boa, mas para alcançar outros lugares, às vezes é necessário inovar. Para isso, é necessário se manter atualizado a respeito dos nomes das novas empresas ou projetos que estejam se desenvolvendo.

Consequentemente, você consegue se guiar e criar o nome mais efetivo e correto, que proporcionará à sua marca maiores chances de sucesso.

8 – Acrônimos

Os acrônimos são as iniciais de uma série de palavras que formam uma nova. Isso é ótimo para transmitir uma ideia mais completa de forma resumida. 

9 – Referência de outras línguas 

Essa técnica busca palavras em outro idioma, aumentando as possibilidades. Utilizando ferramentas de tradução, você pode escutar como se pronuncia o nome que você quiser utilizar em outra língua.

Além disso, veja outras empresas que fizeram isso, para conseguir analisar como funciona.