Warning: dirname() expects exactly 1 parameter, 2 given in /var/sentora/hostdata/zadmin/public_html/b300_com_br/wp-content/plugins/intelly-related-posts/includes/actions.php on line 10
Analytics para Blogs – 7 incríveis insights que sua análise pode dar! | B/300 – Agência de Resultados

Analytics para Blogs – 7 incríveis insights que sua análise pode dar!

b300, 19 de abril de 2022

A estratégia de inbound marketing tem como um dos seus principais pilares o blog. Através dele é possível direcionar o tráfego, gerar leads e estabelecer autoridade e confiança para a sua marca. 

Mas como você sabe que a sua estratégia está funcionando? Isso só é possível através de uma profunda análise de dados do seu blog, ou como chamamos aqui, analytics de blogs

A análise de dados é o ato de analisar dados para obter informações valiosas para o seu negócio. No caso da análise do blog, mede-se e analisa o tráfego de postagens, o envolvimento do leitor e as conversões, como algumas outras coisas.

Ao medir o desempenho com base em dados, você pode identificar o que está funcionando e o que não está funcionando, e principalmente os motivos. Dessa forma, dá para adaptar a estratégia. 

Importância da analytics para blog 

Ao coletar e analisar os dados do blog de uma empresa, você pode ter uma ideia da:

  • Pesquisa de impressões e taxa de cliques;
  • Desempenho do tráfego com base no total de visualizações e visitas;
  • Autoridade em seu nicho online;
  • Engajamento do público;
  • Geração de leads.

Todos esses dados são aproveitados à medida que você comprova o ROI do blog e melhora o desempenho do conteúdo do seu blog. Mas para isso, é preciso ter bons insights. 

Isso quer dizer que é preciso saber analisar os dados gerados pelo seu blog, e nós estamos aqui para te ajudar nisso! 

7 incríveis insights que sua análise pode dar!

1 – Pesquisa orgânica

Impressão é o número de vezes que sua postagem ou página foi vista nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa. Quanto maior a classificação das postagens, mais visibilidade pode ganhar por meio da pesquisa orgânica. 

Se você tiver um número baixo de impressões, sua presença na pesquisa pode não ser forte, e é seu trabalho implementar as práticas recomendadas de SEO e criar conteúdo em torno das consultas que as pessoas estão pesquisando. 

Leia Também:  Data Driven Marketing: O que é e como implementar no seu negócio!

2 – Cliques orgânicos

Seu conteúdo deve ser atraente o suficiente para obrigar as pessoas a clicar. Quanto mais cliques orgânicos seu conteúdo ganhar, mais tráfego seu blog receberá. 

Se você perceber que seus cliques estão baixos, verifique suas impressões. Se as impressões também estiverem baixas, você deve trabalhar para aumentar suas impressões.

Por outro lado, suas impressões podem ser menores se seu conteúdo for direcionado a uma consulta de baixo volume. No entanto, se você perceber que suas posições e impressões são altas e seus cliques são baixos, talvez seja necessário trabalhar no título das matérias e na meta-descrição para ganhar atenção e ganhar mais cliques. 

3 – Taxa de cliques orgânica

Comparar impressões orgânicas com cliques pode ser difícil, mas é aí que entra a taxa de cliques orgânicos. Essa métrica é a porcentagem de impressões que resultaram em um clique. 

Quanto maior a porcentagem, mais retorno você obtém por suas impressões. Você pode até ter postagens que recebem pouco tráfego, classificação alta, muitas impressões e alta parcela de cliques dessas impressões. 

Ao mesmo tempo, você pode ter uma classificação mais baixa para uma consulta de alto volume e ainda gerar muito tráfego com uma baixa taxa de cliques. 

4 – Total de visualizações e visitas

Uma visita mede o número de vezes que seu site foi visto por um usuário. As visualizações de página referem-se ao número de vezes que uma página foi vista por um usuário. 

Lembre-se que pode haver várias visualizações de página para cada visita, pois os usuários podem navegar em várias páginas em uma única sessão. Essas métricas gerais podem dizer: 

  • Se o tráfego do blog está subindo ou descendo;
  • Número médio de visualizações de página por visita;
  • Média de visualizações por postagem.
Leia Também:  Curadoria de Conteúdo: O que é e como fazer

5 – Links de entrada 

Links de entrada são os links que seu blog recebe de outros sites. Links de entrada, ou links de outros sites e blogs que apontam para o conteúdo do seu blog, podem indicar a autoridade do seu blog.

Pense nos links de entrada como votos de confiança. Se alguém achou que vale a pena vincular o conteúdo do seu blog em seu próprio conteúdo, é um bom indicador de que o conteúdo é um recurso autoritário sobre o assunto.

Os links de entrada também podem mostrar a eficiência com que seu blog está contribuindo para o SEO geral do seu site, já que os links de entrada são um dos fatores mais poderosos que afetam a otimização do mecanismo de pesquisa.

Eles podem até ajudá-lo a gerar tráfego de blog a partir do site de referência e expô-lo a novos públicos.

6 – Tempo das pessoas na sua página

O tempo na página mede quanto tempo um usuário permaneceu para se envolver com o conteúdo assim que chegou à página. É um bom indicador de quão envolvente o conteúdo é para os visitantes do seu blog. 

A ideia é que quanto mais tempo eles ficam, mais tempo eles levam para ler as informações, em vez de folhear e pular.

7 – Compartilhamento e comentários

Comentários e compartilhamentos são boas métricas complementares para indicar a simpatia do seu conteúdo e o sentimento da percepção do seu público sobre ele. Comentários e compartilhamentos podem identificar pontos fortes e fracos em seu conteúdo e ajudá-lo a gerar ideias para novos conteúdos.

Se você perceber poucos compartilhamentos de seu conteúdo, certifique-se de ter botões de compartilhamento instalados em todos os artigos do blog que publicar. Certifique-se de que você também está gastando tempo promovendo as mídias sociais.